Postagem em destaque

Nova Criação

Samantha Fox Criada para o bloco Surdos e mundos para o carnaval de 2017.

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Diomar das veias

Quando vi esta escultura no Centro de tradições Nordestinas, aqui no Rio de Janeiro, me encantei, só que quando tirei as fotos do trabalho acabei cortando o nome do artista. Hoje fuçando a internet, acabei encontrando informações sobre o escultor. 
Ele se chama Diomar das Veias. Ele é de Juazeiro do Norte(-Como tenho vontade de conhecer este lugar!)

Localizei Diomar no Centro de cultura popular Mestre Noza,  ele tem um blog, não está atualizado mas dá para ver o por que do nome Diomar das Veias... ele faz muitas 'veias' ora... 

Olha que expressão gostosa desta veia.

Achei também um artigo interessante sobre a madeira do qual é feita estas esculturas e um artigo sobre o próprio Diomar: http://www.centrocape.org.br/revista/arquivos/9Edicao.pdf

"Beatas, rendeiras, rezadeiras, mulheres
com menino nos braços, zangadas, alegres: “Eu procuro
representar as velhas nordestinas de todas as maneiras”,
conta o escultor Diomar Freitas Dantas, ou Diomar Das
Velhas. “Esse apelido, (os clientes) me colocaram por causa
das velhas que eu faço de madeira”. Ele é conhecido no
Brasil, em alguns países da Europa e nos Estados Unidos
pela habilidade de transformar uma arvorezinha
difícil e esgalhada – a imburana – em grupos
de senhoras nordestinas. E é neste ponto que
mora a peculiaridade das esculturas desse
artesão de 37 anos de idade e muito bom de
prosa."



domingo, 16 de dezembro de 2012

Um pequeno balanço de final de ano

Estamos concluindo mais um ano.  Fico feliz todas as vezes que verifico o fluxo de pessoas que visitam este blog. É uma pena que poucos deixam um recadinho, Continuo com o projeto. Um abraço especial aos amigos portugueses que por aqui aparecem espero receber mais informações sobre os "cabeçudos". Gostei de descobrir esta forma de cultura popular.

Este ano caí firme no meu trabalho de professora da Educação  Infantil em creche. Desenvolvi projetos e como sempre o papier maché foi uma exelente ferramenta de trabalho. Criei mais fantoches, ainda não os postei por aqui. O Bumba meu boi foi um sucesso, as crianças amaram as danças, cantigas e brincadeiras que desenvolvi. Foi inesquecível, a turminha irá para outra escola ano que vem. Meu coração de professora emocionou-se  e o brilho no olhar não se apagou. Amo o que faço.
Rainha Sophia sendo pintada pelas minhas alunas. 
Estou pensando em colocar uns novos tutoriais meus por aqui. As coisas vão acontecendo.

Infelizmente acidentei-me e estou fazendo um tratamento sério no meu joelho direito, estou tendo de levar as coisas com mais vagar pois sinto ainda muitas dores. Faço fisioterapia e outros tratamentos para ver se fico em forma para o próximo ano.

Ainda não sei se vou colocar os bonecos gigantes na rua no carnaval. Estou dependendo de voluntários para vesti-los. De qualquer forma estou com mais um projeto na cabeça e no papel.
Este aí é o Rei Pedro, criado a partir de uma farrafa de Coca- Cola de 600ml.
                                           
 Tenham um ótimo final de ano!